Inauguração da estação GOES - 16
No dia 10 de Fevereiro será inaugurada a estação GOES-16 para recepção de dados dos satélites GOES de última geração , que irá receber imagens no visível e infravermelho (ABI), ocorrência de descargas elétricas (GLM) e informações a respeito da atividade solar (EXIS/SUVI) e campo magnético terrestre (MAG/SEISS). Permitirá que o INPE receba imagens de toda a América do Sul com resoluções de 2 km à 500 m a cada 10 minutos. Em alguns casos poderemos receber imagens de uma região de cerca de 1000 x 1000 km a cada minuto, o que é útil para o monitoramento de eventos meteorológicos severes, como tempestades tropicais.Apresenta maior volume de informação espectral (16 canais contra 5 canais), resolução espacial superior (0.5, 1 e 2 km) e  maior e resolução temporal, permitindo ter uma imagem full disk a cada 10 minutos. A estação de recepção tem potencial de produção de aproximadamente 300Gb de dados diários, entre informações de canais espectrais e produtos derivados. Os dados gerados apresentam capacidade avançada de observação para atender a diversas áreas de aplicação, como o monitoramento de tempestades severas, sendo de fundamental importância para o CPTEC/INPE e sociedade em geral. O INPE fornecerá em tempo real as imagens e produtos derivados dos sensores ABI e GLM. Devido às dimensões das imagens do sensos ABI, que vão de 5424 a até 21696 x 21696 pixels, uma aplicação web teve de ser desenvolvida para apresentarmos da melhor forma possível. Esta aplicação exige que os navegadores façam o download de apenas uma fração das imagens originais, tornando a visualização dessas imagens mais rápida. A versão inicial dessa aplicação pode ser acessada no endereço www.cptec.inpe.br/dsat e, futuramente, muitos outros produtos derivados dos sensores ABI e GLM serão incorporados. O projeto foi realizado com recursos provenientes da FAPESP.

Atualizado em 11/02/2020 15:39
INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CPTEC - Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos
© Copyright CPTEC/INPE
Comentários e/ou sugestões: Fale Conosco